Hora do Terror: Filme "Boneco do Mal"

/
3 Comments
Olá pessoas! De início, a tag Hora do Terror era apenas para livros, mas aqui estou eu com uma resenha de um filme de terror ótimo que assisti. Eu não sou muito fácil de agradar, principalmente relacionado ao terror. Fazia tempos que não assistia um filme de terror bom assim, que foi além das minhas expectativas e saiu do cliché, também fazendo eu tomar alguns sustos. Pensei que seria como os outros filmes de bonecos, mas não. O Boneco do Mal, sinceramente, me remeteu ao Jason (Sexta-feira 13) e isso é surpreendente, já que apenas no fim do filme, tudo se liga fazendo sentido. Todas as suposições que você faz quando o filme começa, te surpreendem no fim! E tem no Netflix!

Caveirinhas de 0 à 5: ☠ ☠ ☠ ☠ 
(Pra quem está pelo celular: são cinco caveiras hahaha que só aparece pelo PC aparentemente)


Resuminho SEM Spoiler:

Uma americana, Greta, para fugir de seu passado, aceitou trabalhar como babá para uma pequena (porém rica) família britânica. Seu trabalho deveria ser cuidar do filho do casal enquanto viajassem, mas, para a sua surpresa, o "menino" Brahms, é um boneco.


Inicialmente ela achou que fosse uma piada, mas depois de ver o quão à sério o casal levava o cuidado do boneco, aceitou aquelas atitudes estranhas. Afinal, ganhar muito dinheiro para cuidar de um boneco não é uma má ideia. 
Depois que o casal foi viajar, Greta ficou só com uma enorme mansão assustadora e com o boneco. Não, não cuidou dele. Por que faria isso? É só um boneco!

Resumo COM Spoiler:


Continuando ali de cima, Greta descobre, por meio de um mercador que faz as entregas de alimentos e produtos para a mansão, que Brahms já foi um menininho. Aos 8 anos, na sua festa de aniversário,  Brahms morreu queimado, isso já fazia 20 anos. Greta então, concordou que essa foi a forma de que o casal conseguiu lidar com a morte de seu filho. Mas mesmo assim, continuou sem dar as mínimas pro boneco.
Inteiramente sozinha, apenas telefonando às vezes do fixo para a sua irmã, sem televisor ou sinal de Smartphone, Greta acaba cedendo ao convite do mercador, que se mostra muito simpático e amigável desde o início, para sair à noite e conhecer um pouco da cidade. Aí as coisas estranhas começam a acontecer.

Ao sair do banho, Greta percebe que a roupa que ela iria vestir havia sumido e, ao entrar no seu quarto, tudo estava revirado e desaparecido. Eis então que, sem explicações para aquilo que tinha acontecido, pensou que fosse o mercador e segue o chamando, quando vê aberta a escada para o sótão. Como já sabemos, afinal já é típico, ela fica presa do sótão até de manhã quando ele se abre sozinho. No sótão ela revirou algumas fotos antigas da família.

Coisas estranhas continuam à acontecer e Greta acha que está ficando louca. Até que começa a perceber que Brahms, o boneco, está se movendo, falando, etc. Greta aceita e começa a cuidar dele seguindo a lista de coisas que os seus pais deixaram e começa a sentir afeto pelo boneco, acreditar realmente que ali tem um espírito, uma criança. Para ter certeza de que não está louca, Greta pede para Brahms que mostre que ele se move para o mercador e Brahms faz isso, para que ela não vá embora e ambos aceitam o sobrenatural. Greta e o mercador acabam tendo um romance, mas o mercador tem medo de que Brahms possa machucá-los. Greta tem certeza de que Brahms não faria isso com eles.

"Não podemos mais viver assim". Em meio disso, os velhinhos, o casal, se suicida na água (ok, essa parte eu achei tosca, pois não tinha uma onda no mar e é impossível nós nos suicidarmos trancando o ar, nosso extinto de respirar é mais forte eu acho) e envia uma carta para a casa. "Agora ela é sua".

Ao decorrer da história, descobrimos que Greta tinha um relacionamento abusivo com um homem que batia nela, e que ela estava lá para fugir dele, porém ele ainda tentava persegui-la. Conseguindo o endereço de onde ela está, ele vai até a mansão, com passagens compradas, para obrigá-la a voltar para a América com ele. Greta sente que ela tem que ficar ali e que cuidar do Brahms era seu destino, pois também havia perdido um bebê essa conhecia a dor.

Brahms não gostou da ideia. Greta, ao se deitar, leva Brahms para dormir com ela e pede sua ajuda para que ela não fosse embora. Greta acorda com berros, ao descer, haviam ratos mortos na mala do seu ex e na janela, com sangue, "vá embora". Claramente, ele não acreditou que fosse o boneco e foi logo agredindo Greta, quando chega o mercador (que estava lá, por precaução), todos começam a brigar, até que seu ex se exalta e quebra Brahms. "NÃO!" gritou Greta, depois tudo ficou em silêncio...

...Por pouco tempo. De dentro da parede começam barulhos, e, logo depois, sai dela um homem com uma máscara de porcelana. É Brahms. Brahms viveu o tempo todo dentro das paredes da casa. As coisas começam à fazer sentido, como o cuidado com ratos, os barulhos estranhos, como o boneco "fazia" tantas coisas e principalmente, o por quê de Brahms ser tão tímido e muito estranho quando criança (relatos dos próprios pais e fofocas da comunidade). 


O resto vocês tem que ver! Bom, eu queria escrever só até essa parte mesmo, pois achei muito diferente e criativo, qualidade que me cativam muito. Depois me digam se gostaram, se querem mais resenhas de terror e se levaram muitos sustos! Obrigada por terem lido e até o próximo post <3


-  Instagram: @meniborboleta

- Snap: meniborboleta

- Page do Blog: Blog Menina Borboleta





You may also like

3 comentários:

  1. Primeiro só queria avisar que estou pelo celular e apareceu as caveirinhas aqui haha.
    Eu acho filmes de bonecos bem toscos, o único que sou fã é o Chucky <3 mas quero assistir esse pra saber se é legal também!
    Beijo ;*

    www.teoriasfemininas.com.br

    ResponderExcluir
  2. ai mds, tem no netflix, já amo! hahaha assistirei, com ctz

    ResponderExcluir
  3. Coloquei na listinha pra assistir! ^^
    Que bom que esse sai do clichê, porque a maioria dos filmes de terror hoje em dia são todos a mesma coisa... rs
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir